Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

BRASIL - Brumadinho reúne Ibama a Bolsonaro
Ter, 29 de Janeiro de 2019 15:23

Bombeira tenta resgatar vaca em Brumadinho (MG), após rompi...

(brpress*) - O Ibama enviou equipes da coordenação de Emergências Ambientais para Brumadinho (MG) imediatamente após o primeiro alerta de rompimento da barragem da Mina do Feijão. Agentes do órgão, que foi alvo de ataques do novo governo federal, monitoram o avanço dos rejeitos, avaliam os danos ambientais e atuam na busca por desaparecidos e no resgate de pessoas e animais que ficaram isolados em razão do desastre. 

Sobre o abate de animais, que está gerando polêmica nas operações de resgates em Brumadinho: “A eutanásia é protocolar nestes acidentes, quando animais não têm como ser resgatados e estão agonizando; bichos sobreviventes estão sendo levados a uma fazenda ou sendo alimentados no local, enquanto não são removidos dos atoleiros”, diz o tenente Pedro Aihara, porta-voz dos Bombeiros de MG para os trabalhos da corporação em Brumadinho.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o presidente do Ibama, o procurador da União Eduardo Fortunato Bim – que substituiu Suely Araújo, que se demitiu após o órgão ter sido criticado nas redes sociais por Salles e o presidente Jair Bolsonaro, devido a contrato de aluguel de veículos no valor de R$ 28,7 milhões – estão agora trabalhando juntos no local. 

(*) Com informações da Agência Brasil.

Leia mais sobre o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, aqui

Leia mais sobre Brumadinho aqui

Leia mais sobre a Lei Geral de Licenciamento Ambiental aqui