Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

IMIGRAÇÃO - Fila para cidadania portuguesa anda direto em Portugal
Sex, 26 de Outubro de 2018 19:44

Cynthia Fonseca, Vitória Nabas e Luis Vieira, no Fonseca & ...

(Londres, brpress Office) - Medo do resultado das eleições? Medo da violência? Medo da desvalorização do patrimônio? Medo da perseguição das minorias? Medo do fim de direitos? As razões são as mais variadas que fizeram os pedidos de cidadania portuguesa aumentarem 65% em um ano. A alta demanda fez o Consulado Geral de Portugal em São Paulo  suspender o atendimento a novos pedidos. Quem não pode ou não quer esperar tem na advogada brasileira Vitória Nabas uma aliada. Seu escritório em Londres entra com os pedidos diretamente na Conservatória dos Registos Centrais. em Portugal, economizando até quatro meses com relação ao tempo de espera no Brasil. 

“Lá o processo é mais rápido”, garante Vitória, diretora da Nabas International Lawyers, especialista em imigração e negócios. “E em termos de honorários advocatícios, sai elas por elas”, compara. Não há como afixar um valor básico, pois os pedidos de cidadania variam de acordo com cada caso, complexidade e, principalmente, categoria do visto. As mais comuns são cidadania originária,  por família ou descendência, e por casamento com cidadão português. “Atendemos também netos de portugueses, cujos pais não têm cidadania e morreram”. 

Casamento 

Para solicitar cidadania pelo casamento (com cidadão português, incluindo casamento entre pessoas do mesmo sexo), é preciso estar casado por três anos e possuir vínculos com a comunidade portuguesa (por exemplo, ter passado temporadas no país, ter conta bancária e cartão de contribuinte, o CPF português) ou por cinco anos, sem ter de provar vínculos com a comunidade portuguesa. “Nosso  escritório em Portugal, o Fonseca & Nabas, nunca teve tanto movimento”, revela Vitória, que atua no país desde 2005, trabalhando para o cliente final e em parceria com advogados.  

Mais informações pelo email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. e pelo site nabaslegal.com.

Categorias de cidadania portuguesa: 

Originária (por família ou descendência);

Naturalização (por conta de hiatos de cidadãos na família, para netos, por exemplo);

Casamento com cidadão português;

Empreendedores; 

Investidores; 

Aposentados com renda;

Profissionais liberais; 

Estudantes; 

Para quem já tem contrato de trabalho com empregador português).

Texto: brpressOffice – Professional Press Releases powered by brpress 

REPRODUÇÃO DESTE CONTEÚDO LIBERADA DESDE QUE CITADA A FONTE

MAIS INFORMAÇÕES PARA MÍDIA: (11) 98533-7352 /   Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.    

Leia mais sobre investimentos e negócios em Portugal.