Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA - Arrombando A Festa
Qua, 25 de Julho de 2018 18:29

Kristin Scott Thomas em cena de A Festa: ambição à prova ...

(brpress) - Quero uma festa punk. O refrão da música Festa Punk, dos Replicantes, poderia bem ser cantarolado pelos convidados em A Festa (The Party, Reino Unido, 2017), que estreia em 26/07 no Brasil. Ácido como o Brexit (saída do  Reino Unido da União Europeia), o novo filme da diretora e roteirista Sally Potter (Ginger & Rosa) pode soar “cabeça” demais se explicado por ela: “Uma reflexão sobre política partidária cuja realidade, assim como em nossas vidas, se torna distorcida”. A Festa é uma cusparada na hipocrisia pública e privada. Não sem música e atentados ao pudor e aos bons costumes. 

Kristin Scott Thomas é Janet, que está celebrando sua nomeação como a nova ministra da Saúde, chama poucos e bons amigos para uma festinha. A ideia é comemorar o ápice de sua longa ficha corrida de serviços prestados ao Partido Trabalhista (a sigla não é mencionada, mas fica claro que se trata do Labour, cujos dogmas são afinetados nos diálogos inteligentes entre os personagens). A medida em que os convidados vão chegando fica evidente que a noite será uma tragédia: April, uma americana cínica e sem papas na língua (Patricia Clarkson, impagável), seu marido alemão esotérico Gottfried (Bruno Ganz), o casal de lésbicas Martha (Cherry Jones) e Jinny (Emily Mortimer), com uma diferença de idade abissal, e o banqueiro cocainômano Tom (Cillian Murphy, o Thomas Shelby de Peaky Blinders). 

(Juliana Resende/brpress)

Assista ao trailer de A Festa: