Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

DIREITO - ‘Barbie’ de Frida Kahlo contestada
Seg, 12 de Março de 2018 15:11

Uma das fotos da exposição Making Her Self Up: Frida Kahlo...

(São Paulo-Londres, brpress) - Cinco décadas após a morte de Frida Kahlo (1907-1954) – celebradas com a maior exposição sobre sua vida e obra já realizada no Reino Unido, em junho –,  a artista mexicana segue desafiando padrões estéticos. A ‘Barbie’ Frida, lançada no Dia Internacional da Mulher, foi desautorizada pela família dela, que diz deter seus direitos de imagem, apesar de a boneca da Mattel ter obtido a chancela da Frida Kahlo Corporation, empresa que também detém os direitos sobre produtos relacionados à artista.

Disputas como esta, mas voltadas para indústrias criativas, são tema da palestra gratuita Questões Polêmicas de Direitos Autorais e Uso de Imagem no Mundo da Moda, que acontece em 14/03, às 19h, na sede da OAB-SP. A palestra é ministrada pela advogada Sonia Maria  D’Elboux, especialista no assunto e também responsável pelos licenciamentos referentes a direito de imagem de Maria Bonita. 

Nada parecida

A sobrinha-neta de Frida, Mara Romeo, contestou não só a produção da boneca sem sua autorização mas o visual da mesma: “Poderia ter traços de Frida, como as sobrancelhas juntas e os olhos escuros”, criticou após emitir comunicado oficial no Twitter (@FridaKahlo) anunciando medidas judiciais contra o lançamento. A atriz Salma Hayek, que interpretou Frida Kahlo no filme Frida (2002), também protestou: "Frida nunca tentou ser ou se parecer com qualquer outra pessoa. Ela celebrou a sua singularidade. Como puderam transformá-la em uma Barbie? Não posso acreditar". desabafou no Instagram

 A boneca de Frida Kahlo inaugura uma coleção retratando mulheres inspiradoras, como a aviadora americana Amelia Earhart (1897-1937), a primeira mulher a cruzar o Atlântico voando, e a matemática, também americana, Katherine Johnson, que tem 99 anos e cujo trabalho foi importante para missões espaciais.  

Frida e Maria Bonita

Guardadas as devidas proporções, Maria Bonita e Frida Kahlo representam forças femininas não convencionais, associadas a profundas raízes culturais de resistência ligadas aos seus países. "A Barbie Frida não representa a força da minha tia e a força no México refletida em sua figura e obra", disse Mara Romeo. 

Maria Bonita faria 107 anos neste  Dia Internacional da Mulher e 2018 marca também os 80 anos de sua morte. São esperadas celebrações e o reforço de sua imagem como musa do neofeminismo brasileiro. Recentemente, a rainha do cangaço deu nome à Copa de Jiu-Jitsu, maior evento esportivo feminino do Brasil. Este ano, para marcar os 50 anos de sua morte, Frida Kahlo será tema da exposição Making Her Self Up, que abre em junho, no Victoria & Albert Museum, Londres, reunindo arte e objetos pessoais da artista – alguns nunca antes expostos ao público. Em São Paulo, o Museu da Imagem e do Som (MIS-SP) recebeu a mostra Frida Kahlo - Suas Fotosrevelando mais sobre essa mulher transgressora.