Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA - Isabelle Huppert fatal de novo em Eva
Seg, 19 de Fevereiro de 2018 21:54

Isabelle Huppert: especializada em femme fatales frias e ca...

(brpress) - Isabelle Huppert volta a atacar como a femme fatale fria e calculista que parece ser sua especialidade. Depois de Elle (2015, leia mais neste especial brpress para Harper’s Bazaar Brasil) vem Eva (2017), exibido no 68o. Festival Internacional de Cinema de Berlim. A atriz vive uma prostituta de luxo. 

 

 Quem contrata os préstimos de Huppert é o dramaturgo Bertrand Valade (Gaspar Ulliel, ator francês em ascensão). No thriller do diretor francês Benoît Jacquod, inspirado em um livro policial do escritor inglês James Hadley Chase, Bertrand é um impostor. 

 

Impostura perigosa 

 

Eva, já filmado numa versão livre pelo cineasta Joseph Losey, com Jeanne Moreau no papel principal, mostra o impostor vítima de sua própria impostura – apesar de a mentira não ser desmascarada. 


No seu encontro com a imprensa, depois da projeção do filme, bem acolhido em Berlim, Benoît Jacquod contou ter lido o livro de James Hadley quando ainda adolescente, pois seu pai devorava romances policiais. Porém, esse livro estava ligeiramente escondido e, por isso mesmo, lhe chamou a atenção. 


Alguns críticos estranharam não terem visto a prostituta Eva (leia-se Isabelle Huppert) nua. Mas para o diretor, o erotismo não exige necessariamente a nudez. Além disso, como lembrou Huppert, o filme é um thriller psicológico. E nesse gênero, basta um olhar da celebrada atriz francesa para criar aquele climão. 


(Colaborou Rui Martins, especial para brpress em Berlim)