Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

TECNOLOGIA - Campus Party Brasil terá programação especial de eSport
Qua, 17 de Janeiro de 2018 15:49

Yuri Fly, da Gamers Club, dá palestra sobre como se tornar ...

(São Paulo, brpress*) - A Campus Party Brasil, que acontece de 31 de janeiro a 03 de fevereiro, das 10h às 20h, no Parque Anhembi, terá uma novidade na edição de 2018: programação especial de eSport – jogos de competição por meio de videogames. 

A Academia Gamer, situada no Open Campus, vai oferecer conteúdo prático e didático sobre o mundo do eSport, com palestras e debates com jogadores profissionais, donos de times, narradores, empresários, comentaristas e personalidades. 

Jogar e faturar

O principal objetivo é esclarecer questões que vão desde como se tornar um gamer profissional até como viabilizar comercialmente um evento. “Preparamos um conteúdo imperdível para os fãs de eSports que participarem desta edição da CampusParty”, comenta Moacyr Alves, curador do espaço.

A Academia Gamer terá ainda um segundo espaço chamado Arena Gamer. Este espaço será voltado para a realização de campeonatos de jogos eletrônicos e terá acesso gratuito. 

Craques

 Entre as atrações já confirmadas, os destaques ficam para o bate-papo com sócios da Team One, sobre como é ser dono de um time de eSports; a palestra com Yuri “Fly”, da Gamers Club, sobre como é o processo e principais etapas para se tornar um jogador profissional; a participação de Bruno Clash, um dos mais influentes jogadores de Clash Royale, que contará a sua experiência mundial com o game; e Marcio Soares, diretor-geral do Campeonato de Rainbow Six.

A programação contará com torneios de Tekken 7, Counter Strike, Mortal Kombat, Rainbow Six, Gwent (jogo de cartas do game e universo The Witcher) e muitos outros, além de um concurso de narração de jogos de eSport e uma mesa redonda com jogadores.

Para participar da Academia Gamer, é preciso adquirir o ingresso no site da Campus Party Brasil. Confira as categorias aqui

MERCADO DE eSPORT NO BRASIL:

- Crescimento dos eSports no Brasil de 2016 a 2017:  250%;

- Posição do Brasil em horas assistidas nos eSports: 3º lugar;

- Salario médio de um jogador de primeira linha: R$ 30 a R$ 40 mil por mês; salário de um jogador(a) médio ou iniciante: R$ 2 mil;

- Estádios com até 10 mil pessoas os ingressos são vendidos em no máximo 3 horas;

- Posição mundial do Brasil no game Counter Strike: 1º Lugar - com a SK Gaming;

- Posição mundial do Brasil no game Rainbow Six: 2º Lugar, com o time Black Dragons.

(*) Com informações da Virta. 

Academia e Arena Gamer - Campus Party Brasil 

Pavilhão de Exposições do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1209 - Parque Anhembi - São Paulo - SP