Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA - Saoirse Ronan: aposta quente
Seg, 08 de Janeiro de 2018 17:08

Saoirse Ronan na première europeia de On Chesil Beach, no 6...

(brpress) - O primeiro Globo de Ouro a gente nunca esquece. E Saoirse Ronan levou, finalmente, seu primeiro prêmio para casa na edição 2018 da premiação da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood. A irlandesa ganhou prêmio de Melhor Atriz (Comédia/Musical) por Lady Bird: É Hora de Voar (Lady Bird, 2017).  É uma aposta da brpress desde 2015, quando estivemos com a atriz em Londres (conteúdo exclusivo para assinantes aqui). Ela também foi indicada ao BAFTA, o 'Oscar' britânico pelo mesmo papel.

Com estreia no Brasil marcada para 15/02, Lady Bird bate na mesma tecla de Brooklin (2015, première europeia no 59o. BFI London Film Festival): amadurecimento. Christine McPherson (Saoirse Ronan) está no último ano do ensino médio e o que mais deseja é ir fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, ideia firmemente rejeitada por sua mãe (Laurie Metcalf). 

Rituais de passagem  

Lady Bird, como a garota de forte personalidade exige ser chamada, não se dá por vencida e leva o plano de ir embora adiante mesmo assim. Enquanto sua hora não chega, no entanto, ela se divide entre as obrigações estudantis no colégio católico, o primeiro namoro, típicos rituais de passagem para a vida adulta e inúmeros desentendimentos com a mãe.

Ironicamente, na vida real, Saoirse (pronuncia-se ‘Sorcha’) tem em sua mãe, Monica Ronan (que também atuou quando menina) a maior aliada para o sucesso de sua carreira. A atriz sempre se refere com ternura e admiração à relação com a mãe. Ao ganhar o Globo de Ouro, mencionou Monica, que assistia à premiação pelo “FaceTime em um telefone de alguém na plateia – então, oi!”, disse a atriz. 

Amadas 

Saoirse dedicou o prêmio – esperado desde as indicações por Desejo e Reparação (2007) e Brooklin (2015) – a ”todas as mulheres que eu amo tanto na minha vida que me apoiam todos os dias – minha mãe, Margot [Robbie] todos meus amigos e familiares e, na verdade, a todos nesta sala". Aos 23 anos e atriz desde os 13, Saorsie é um dos nomes mais promissores da nova geração de Hollywood. Seus créditos estão nos letreiros de pelo menos 10 longas produzidos nos  últimos três anos. 

Ela dá voz a Margaret Gachet, na animação Com Amor, Van Gogh (Loving Vincent, 2017), que chegou aos cinemas brasileiros no ano passado. Antes de Lady Bird, Saoirse Ronan fez Lost River, estreia de Ryan Gosling na direção, Stockholm, Pennsylvania e On Chesil Beach, com o qual a atriz compareceu ao 61o. BFI London Film Festival, que a brpress também cobriu – todos ainda inéditos e sem data de estreia no Brasil.  

Mary Stuart

Mas de todos os títulos, o mais aguardado  é Mary Queen of Scots, previsto para estrear no Brasil em janeiro de 2019, em que Saoirse Ronan interpreta a rainha católica da Escócia, Mary Stuart, decapitada por Elizabeth I por traição, em 1587. Ainda criança, foi prometida ao filho mais velho do rei Henrique II, Francis, e então foi levada para a França. Mas logo Francis morre e Mary volta para a Escócia, na tentativa de derrubar sua prima Elizabeth I (Margot Robbie), a Rainha da Inglaterra, por considerar o trono como seu.

Assista ao trailer de Lady Bird: É Hora de Voar: