Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA - Loving Vincent: tributo a Van Gogh
Seg, 16 de Outubro de 2017 21:25

Aidan Turner em cena de Loving Vincent. Foto: Divulgação...

(Londres, brpress) - Um incrível técnica de animação faz o diferencial do didático Loving Vincent, filme sobre o último ano de vida de Vincent Van Gogh (1853-1890), escrito e realizado por Hugh Welchman (vencedor do Óscar de Melhor Curta Metragem por Pedro e o Lobo, em 2006) e pela pintora Dorota Kobiela. 

Loving Vincent é o primeiro longa-metragem de animação mesclando técnicas de CGA (Computer Generated Animation), 3D e digitalização das pinturas mais famosas de Van Gogh. A ideia partiu da transformação de  cartas, quadros e depoimentos sobre pintor holandês em uma obra única. 

Um elenco bacana – com destaque para o casal do seriado britânico Poldark, Aidan Turner e Eleanor Tomlinson, além de Saoirse Ronan e Jerome Flynn – faz a alegria de um roteiro morno, talvez reflexo da vida triste e tortuosa do próprio Van Gogh, até sua morte prematura, aos 37 anos. Seus últimos dias são contados por pessoas retratadas pelo pintor em suas obras pós-impressionistas.

Produção intensa

No total, mais de 60 mil desenhos formam o filme, com duração de 95 minutos. Parece querer fazer jus à produção intensa de Van Gogh – foram mais de 800 quadros produzidos em uma década, numa rotina espartana –, cujo valor e genialidade foram reconhecidos apenas após sua morte. 

Loving Vincent foi um dos destaques do 61o. BFI London Film Festival e ainda não tem título em português, apesar de estar previsto para estrear no Brasil em 16/11.  

(Juliana Resende/brpress)

Assista ao trailer de Loving Vincent: