Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

MODA - Babados e transparências dão as cartas
Qui, 21 de Setembro de 2017 08:19

Nabil Nayal mostra seu maxivestido em tule: a Renascença na...

(Londres, brpress) - Eles vieram da estação passada mas não dão sinal de sair de cena na primavera-verão 2018. Babados e transparências continuam dando as cartas, seja na haute couture seja no fast fashion. 

No meio termo entre ambas estão os estilistas independentes e (ainda) não famosos. Encontramos babados e transparências em looks de vários deles no Designers Showroom, durante a London Fashion Week Primavera-Verão 2018, que aconteceu de 14 a 19 de setembro. 

Renascença

O estilista mezzo inglês mezzo sírio Nabil Nayal apostou nos dois, criando maxivestidos em tule com mangas bufantes que podem ser  usados sobre outro vestido ou sobre qualquer outra roupa. O efeito é dramático, quase renascentista. “Sou obcecado pelo Renascentismo”, diz Nayal. 

Babados e transparências dão o toque romântico e histórico a peças totalmente contemporâneas. Assim são os blazers da dinamarquesa Brogger – estampadíssimos ou monocromáticos. Os paletós são multiuso, graças ao babado que pode ser removido da lapela no trabalho e recolocado para o happy hour, depois do expediente. Supersmart. 

Faça chuva ou faça sol, as capas plásticas do chinês Jarel Zhang também são completamente versáteis e modernas, com cores e cortes improváveis e imensos babados. A capa rosa – a cor também continua firme – é digna do figurino de um popstar: espalhafatosa, para quem quer chegar chegando. 

Marcas consagradas, como Topshop, Chloé, Preen e Simone Rocha, também se renderam aos babados e transparências, bem como Zara e Urban Outfitters. Espere estas duas tendências em praticamente todas as peças – de mangas a meias, de golas a saias. E embabade-se se for capaz. 

Veja o blazer multiuso da Broggger no Instagram.

(Juliana Resende/brpress)