Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA/VIDA - Surfando nas ondas em Gaza
Ter, 05 de Setembro de 2017 12:57

Cena do documentári Gaza Surf Club: a vida menos trágica n...

(Londres, brpress) - Uma faixa de terra com uma população de 1,7 milhões de cidadãos, encravada entre Israel e o Egito e isolada do mundo exterior. São 26 milhas de litoral com um porto que já não presta serviço aos navios. Quase nada entra em Gaza e ainda menos sai. A geração jovem está crescendo com pouca perspectiva: desocupada e sem emprego. Mas, nesse contexto, há um pequeno movimento: a comunidade de surf da cidade de Gaza, retratada no documentário Gaza Surf Club (2016). 

Cerca de 40 pranchas de surf foram trazidas para o país nas últimas décadas, com grande esforço e apesar de sanções rigorosas que fazem da Faixa de Gaza “a maior prisão a céu aberto do mundo”. Surfando, os membros do clube têm a oportunidade de experimentar uma pequena fatia de liberdade – entre o lembrete costeiro de uma realidade deprimente e a fronteira marítima controlada por israelenses de três milhas. Esse cenário será debatido pelo diretor Philip Gnadt e o produtor e co-diretor Mickey Yamine após a sessão do filme no Frontline Club, em Londres, nesta quinta (07/09). 

Levando quatro anos para ser concluído (enfrentando o acirramento da guerra em Gaza, em 2014), Gaza Surf Club mostra uma história incrivelmente envolvente e esclarecedora de um grupo de pessoas que, por meio do esporte e da convivência socioeducativa que ele proporciona, conseguem superar, ainda que momentaneamente, as condições adversas da vida em Gaza. Siga o clube no Facebook. 

Assista ao trailer de Gaza Surf Club: