Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

CINEMA - Corra Lola, corra
Sex, 04 de Agosto de 2017 19:54

Fanny Ardant vive um transsexual que vira lésbica em Lola P...

(Locarno, brpress) - Fanny Ardant estrela Lola Pater (referência a Lola Montès – filme de 1955, baseado na vida da bailarina e atriz do século passado, com ênfase em seus casos amorosos, principalmente com Franz Liszt e Luís da Baviera –  e todas outras Lolas). No filme de Nadir Moknèche, a atriz vive um transsexual, Farid, que abandonou a esposa com um filho, Zino, para voltar a viver na Argélia sob a identidade de Lola. 

 O filme mostra a dificuldade de Zino, já adulto e pianista convertido em afinador de pianos, reconhecer o pai e aceitar esse pai convertido na bela Lola, uma transsexual professora de dança do ventre e ainda por cima lésbica, pois vive com uma amante.

Comunidade muçulmana

Lola Pater ou o Pai Lola tem seu enredo inspirado numa sociedade em transformação, que coloca em questão todos os seus tabus, incluindo ainda as transformações na comunidade muçulmana na França, que não se submete à restrição do álcool e aceita o homossexualismo. 

Lola Pater engrossa o caldo de uma tendência de produções de cinema e TV abordando o transexualismo, com destaque para o o seriado americano Transparent, de Jill Soloway  – cujo pai se assumiu como transgênero aos 75 anos, em 2011 –, enfocando como a família dos trans enfrentam o desafio de conviver com a mudança.  

Assista ao trailer de Lola Pater (em francês):