Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

MÚSICA - Afropunk reúne nova cena black
Sex, 21 de Julho de 2017 12:34

Nadia Rose: novo talento na cena do grime britânica é head...

(Londres, BR Press) - Hip hop, rap, grime, R&B e muito colorido – não só no sentido literal mas inclusivo, significando gente de vários países, estilos, raças e credos. Assim promete ser a segunda edição do festival Afropunk London, que acontece neste final de semana, em Londres, reunindo mais de 20 artistas negros que estão estourando e causando.  A novidade são mulheres como headliners numa cena antes dominada por homens.

Nadia Rose, 24 anos, que ficou em quinto lugar no BBC Sound of the Year 2017 (sondagem anual feita por críticos e membros da indústria musical, no sentido de encontrar o artista mais promissor), é a estrela do evento. O talento da musa cheia de atitude, com seus característicos coques laterais, foi talhado na incubadora de artes performáticas BRIT School (onde estudaram Amy Winehouse e Adele),  e é prima do famoso rapper Stormzy. 

Crescendo e aparecendo

Tendo começado sem um centavo no Brooklyn, em NY, o Afropunk se tornou um dos eventos mais importantes da cultura black contemporânea e um catalizador de diversidades musicais. Tem edições em Paris, Atlanta e Johannesburgo, além de Londres, apresentando desde artistas iniciantes a pesos-pesados como D’Angelo, Mos Def e Grace Jones – que fez um memorável topless no palco.

MIA também é freguesa, apesar de ter sido descartada como headliner da edição anterior por suas críticas à apresentação de Beyoncé no Super Bowl apoiando o movimento ativista negro contra o racismo Black Lives Matter. Para MIA, é fácil falar dos negros nos EUA em cadeia nacional e ser ovacionado "mas não de vidas na Síria", por exemplo. 

Este ano, o Afropubk London terá, além de Nadia Rose, nomes como Willow Smith (filha do ator Will Smith), Thundercat, Lianne La Havas, IME e outros.