Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

ARTE - Black Power encontra a Pop Art
Qua, 12 de Julho de 2017 08:27

Tela de Barkley L. Hendricks: Icon for My Man Superman, alu...

(Londres, BR Press) - Depois da onda de filmes antirracismo, abordando da escravidão à segregação nos EUA, como Birth of a Nation, a exposição Soul of a Nation, abrindo nesta quarta (12/07), na Tate Modern, em Londres, ilustra o impacto da luta pelos direitos civis na arte americana. 

Reunindo trabalhos de artistas afro-americanos a partir de 1963 – cúspide do movimento pelos Direitos Civis que exigia a integração e os mesmos direitos a cidadãos negros e brancos na América –,  a mostra destaca o Black Power, grupo de ativistas que, inspirado na independência de países africanos das colônias, enfatizava a criação de instituições culturais e políticas geridas e criadas por negros, para cultivar interesses coletivos.

Cores e cabelos

Artistas traduziram esse momento com cores vibrantes, murais com mensagens fortes e looks que ficaram conhecidos também como Black Power – principalmente o cabelo –, marcado por roupas coloridas e extravagantes. Eram tempos vibrantes e explosivos, avançando pelos anos 70, com larga influência na música e no cinema.

Soul of a Nation reúne pinturas dos líderes políticos do movimento, como Martin Luther King, Malcolm X e Angela Davis, de músicos engajados na luta, como o saxofonista John Coltrane, e os ídolos esportivos Jack Johnson e Muhammad Ali, este eternizado em uma tela de Andy Warhol. O Black Power se misturava com a Pop Art – ambos revolucionando a cultura nos EUA e no mundo. 

Até 22/10/17. Mais informações aqui.