Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

ARTE - Queer British Art varre Tate
Ter, 14 de Março de 2017 17:29

Gluck, auto-retrato de Hannah Gluckstein (1942). Foto: Colle...

(Londres, BR Press) - É a primeira exposição de arte “queer” – termo em inglês que a Wikipédia define como sendo para “designar pessoas que não seguem o padrão da heterossexualidade ou do binarismo de gênero” e que literalmente significa "estranho ou mesmo ridículo, excêntrico, raro, extraordinário” –, mas reúne nada menos que 106 anos de história: Queer British Art (1861-1967) abre na Tate Britain, em Londres, dia 05 de abril e vai até 1o. de outubro. 

Trata-se da maior exposição abordando a diversidade sexual (menos a padrão, heterosexual) já montada. E o motivo é nobre: celebra 50 anos da descriminalização parcial da homossexualidade na Inglaterra, mostrando formas de expressão artística que já davam voz a comportamentos e opções sexuais que não aquela estabelecida. 

David Hockney é destaque

Queer British Art terá pinturas, desenhos, fotografias e filmes que vão da representação de identidade pessoal à política, passando por âmbitos públicos e privados. Entre os artistas reunidos estão nomes de grande destaque da arte britânica, como David Hockney – um dos mais importantes artistas do século 20 que tem uma exposição só sua em cartaz na Tate Britain até 29/05 – , Duncan Grant, Dora Carrington e John Singer Sargent. 

Os ingressos já estão sendo vendidos aqui.