Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

ESPECIAL - Incendiando Stonehenge
Sex, 13 de Julho de 2012 14:10

(Londres, BR Press) - Quando o sol comecou a se esconder, as quase três mil pessoas que chegavam ao mítico círculo de pedras de  Stonehenge - datado da Idade do Bronze, supostamente construído como oráculo druída e localizado na planície de Salisbury (sudoeste da Inglaterra) -  presenciaram um espetáculo à parte: viram o monumento  megalítico se transformar num jardim de fogo.

    O lugar, mágico por natureza e cuja  construção, bem como a sua função, permanecem incertas (acredita-se que era usado para estudos astronômicos ou religiosos), é o um dos pontos turisticos mais visitados do Reino Unido. E com a realização das Olimpíadas, deve ser um grande hit da temporada. Há arqueólogos que defendem que o mais famoso monumento da pré-história pode ter sido um centro de cura, para onde iam peregrinos há mais de 4.500 anos.

Viagem druída

    Ao som de músicas ancestrais, os alquimistas da companhia francesa Carabosse, organizadores do Fire Garden (Jardim de Fogo), acendiam aos poucos as velas e esculturas fumegantes. Os visitantes também puderam participar e receberam velas para ajudar a iluminar o espaço.

    O casal de ingleses Gary Cleave e Sharllote Roberts estava em Salisbury para o festival e decidiu comprar os ingressos para o espetáculo de última hora. “É a primeira vez que viemos aqui.  É realmente mágico”, suspirava Sharllote, enquanto era fotografada pelo namorado em frente a uma das esculturas que cuspia fogo.  "Estar aqui e poder tocar as pedras já teria valido a pena. Com esse espetáculo, todo passa a ser ainda mais especial. É lindo", completa.

Entre as pedras

    Geralmente fechado ao público, o monumento de pedras é Patrimônio da Humanidade tombado pela Unesco, mas durante o evento as pessoas puderam caminhar entre as pedras históricas. O público era composto, em sua maioria, de famílias e crianças, que abraçavam as pedras em busca de boas vibrações enquanto assistiam a enormes bolas de fogo em chamas constítuidas por centenas de velas, além de marionetes e robôs iluminados no círculo de rochas.

    Estusiasmada, Ruth Mackenzie, diretora do Festival London 2012 – que reúne uma série de eventos e é parte das Olimpíadas Culturais, paralelas aos Jogos Olímpicos –, tirava fotos: “Stonehenge é um dos pontos turísticos mais visitados e a Carabosse é uma das companhias mais celebradas do mundo. O Festival Internacional de Arte de Salisbury foi brilhante em colocar os dois juntos, trazendo essa experiência única.”

    Sendo parte do Festival London 2012, é possível que o Fire Garden aconteça novamente. A BR Press está fazendo uma cobertura exclusiva das Olimpíadas Culturais e informará se houver novas datas para este espetáculo imperdível.


(Sylvia Morgado/Especial para BR Press)