Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

LONDON CALLING - Espírito olímpico até Edimburgo
Qui, 27 de Dezembro de 2012 00:00

(Londres, BR Press) - Agora que passou a euforia da abertura, as Olimpíadas realmente parecem ter começado e as pessoas também começam a entrar no espírito olímpico – que é, além dos recordes, números e estatísticas, o de unir diversos países e culturas em torno do esporte.

E como pela primeira vez na história, centenas de eventos artísticos acontecem paralelamente aos Jogos aqui no Reino Unido, na chamada Olimpíada Cultural, é também por meio da arte que o espírito olímpico se manifesta.

'Pontes culturais'

Esta foi exatamente a intenção original do Festival Internacional de Edimburgo – capital escocesa cuja pronúnica é, na verdade, "Edimbra": fazer da arte uma celebração da aceitação de outras culturas.

O Festival Internacional de Edimburgo, que foi criado com este espírito após a Segunda Guerra Mundial, acontece este ano mais internacional do que nunca, dividindo com o festival London 2012, em Londres, seus artistas de cerca de 90 países e, principalmente, seu público cosmopolita e multcultural, de 79 países.

    Em Londres,  o diretor Johnatan Mils conversou com a BR Press na apresentação do Festival Internacional de Edimburgo e os outros nada menos que seis festivais que acontecem simultaneamente na capital escocesa. Para ele, o grande barato do festival é "construir pontes  culturais ainda mais sólidas e diversas durante um evento como as Olimpíadas".  

Brasileiros

    Mils está superanimado com a presença do Brasil, representado pela Cia. de Dança Deborah Colker e pelo violoncelista Antonio Meneses.  Colker se apresentou dia 11/08, com o espetáculo Tatyana, no festival que melhor encarna o espírito olímpico mais multicultural do planeta, começando por Londres e terminando em Edimburgo.


(*) Juliana Resende é editora-executiva da BR Press e foi a Londres cobrir especialmente as Olimpíadas Culturais. Fale com ela pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , pelo Twitter @brpress e/ou Facebook.