Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

OLIMPÍADAS - Vivência olímpica
Qua, 01 de Agosto de 2012 17:26

Márcio Bernardes*/Especial pra BR Press

(Londres, BR Press) - O projeto idealizado pelo COB, junto com várias Confederações, pretende revelar atletas medalhistas para 2016. Essa ideia já deveria ter sido colocada em prática no Brasil há muitos anos. Mas antes tarde do que nunca.

   Com verbas governamentais e de patrocinadores privados, estão investindo nas escolinhas de diversas modalidades. Oferece-se estrutura completa, desde parque de treinamentos até alimentação, apoio na escola  e à família, médicos, fisioterapeutas, psicólogos, etc.

   Com suas dimensões continentais e 200 milhões de habitantes, o Brasil é um celeiro inesgotável para revelar craques de todos os tipos e em todas as modalidades.

   Dentro desse projeto, alguns jovens vieram para Londres conhecer o ambiente de uma Olimpíada. Ontem, eles se encontraram com a imprensa, na Casa do Brasil.

    Com a coordenação de Soraya Carvalho, Flávia Gomes (judô), Hugo Calderano (tênis de mesa), Martine Grael (vela), Thiago Monteiro (tênis) e Vitor Felipe (vôlei de praia), visitaram a Vila Olímpica, estão hospedados no Crystal Palace e acompanham jogos e treinamentos de nossas equipes e atletas.

   Eles estão entusiasmados e felizes com esta experiência, e vão levar para seus colegas no Brasil todas as novidades que conheceram aqui em Londres.

OLÍMPICAS

   A atriz Samara Felippo acompanha a Olimpíada aqui em Londres. Claro que não perdeu os dois jogos do basquete masculino. Sobre o marido, Leandrinho Barbosa, disse que fica envergonhada de emitir qualquer opinião sobre a sua produção contra Austrália e Grã-Bretanha. Ela também disse que está fazendo poucas compras, pois as coisas estão muito caras.

   Edwin Moses, bi-campeão olímpico e um dos monstros sagrados do atletismo mundial, está passeando em Londres. O norte-americano desfila sua simpatia por onde passa. Já esteve no vôlei, futebol, basquete, natação e judô. Também participou da homenagem aos jornalistas que cobriram dez ou mais Olimpíadas.

   O Comitê Olímpico Internacional não sabe como controlar as twitadas dos atletas. Claro que o COI, por causa dos compromissos comerciais, não quer perder o domínio de todas as ações ligadas à comunicação. Mas fazer o quê com o Twitter? Eles ainda não encontraram a resposta e, por enquanto, nenhuma medida oficial foi tomada.

A desclassificação de Leandro Guilheiro para o japonês Takahiro Nakai foi recebida com grande surpresa pela delegação brasileira do judô. Campeão mundial e grande favorito para conquistar uma medalha de ouro, Guilheiro sai de Londres sem conquista e em um baixo astral compreensível.

FRASES

   “A Rita Lee é que está certa; mulher é um bicho esquisito”.
José Roberto Guimarães, explicando com ironia a péssima exibição do seu time contra os Estados Unidos.

   “Vamos ganhar duas medalhas de ouro no futebol”.
Renê Simões, ex-técnico da seleção feminina, aqui comentarista da Record.

   “Terminei meu ciclo olímpico pior do que imaginei”.
Fabiana Molina, que não conseguiu nenhuma classificação na natação.

   “Se fosse no Brasil, iam avacalhar com a gente”.
Leandro Boudakian, repórter da Rádio Transamérica, sobre o sumiço das chaves de Wembley.

TOQUE FINAL

   Encontrar Oscar Shimidt é sempre um grande prazer. Ele destila alegria e entusiasmo pelo basquete. Está satisfeito com a produção da equipe masculina e fez elogios às duas vitórias sobre Austrália e Grã-Bretanha.

   Cutuquei-o sobre a seleção feminina. Ele não disse uma palavra, mas sua careta e expressão dizem tudo. Reforcei-lhe que estamos decepcionando e precisamos melhorar muito.

   Ele negou que sua equipe, mais criativa e romântica do que a de hoje, não marcava. Os placares eram sempre superiores aos 100 pontos, mas nunca o Brasil ganhou uma medalha olímpica.

   Oscar gosta sempre de lembrar, como se precisasse, a vitória espetacular, no Pan de Indianápolis, sobre a seleção anfitriã americana. A partir daquele dia, eles decidiram trazer o Dream Time para as Olimpíadas.

   Ao lado da família aqui em Londres, Oscar é comentarista da Record e por onde anda é abordado por esportistas e jornalistas de todo o mundo.

   Oscar é bambambã!

(*) Comentarista veterano de esportes, com diversas Copas e quatro Olimpíadas no currículo, Márcio Bernardes é âncora da Rede Transamérica de Rádio, professor universitário e colunista da BR Press. Fale com ele pelo email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , pelo Twitter @brpress e/ou Facebook. Durante os Jogos Olímpicos de Londres, esta coluna será diária.