Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

OLIMPÍADAS - Ouro para o Brasil
Sáb, 11 de Agosto de 2012 05:30

Márcio Bernardes*/Especial para BR Press

(Londres, BR Press ) - O Brasil vai decidir, mais uma vez, a medalha de ouro de uma Olimpíada. Favorito contra o México, que merece respeito, não se admite outro resultado senão a vitória.

    Nossa cultura é assim. Estamos mal acostumados em Copas do Mundo. Ganhamos cinco vezes e isso enche de ufanismo o torcedor. Por isso, sempre se cobrou essa medalha olímpica, pois é o único título importante que o país ainda não conquistou.

    Os jogadores que defenderão a seleção neste sábado (11/08), em Wembley não têm nada com isso. Mas é deles a responsabilidade. O time é bom, alguns dos seus integrantes são badaladíssimos e seus passes foram negociados por milhões de reais.

Faca e queijo

    Apenas considerando as falhas de uma defesa que também tem jogadores badalados, Mano Menezes está com a faca e o queijo na mão. Poderá apreciá-lo com a vitória que todos esperam.

    Lembro-me que nós perdemos para a França a decisão de 84, em Los Angeles, e nada aconteceu com o técnico Jair Picerni. Até porque ele não comandava simultaneamente a seleção principal. Agora, ao contrário, Mano será muito pressionado e poderá balançar.

    A CBF mudou de comando, seu presidente é político e, dependendo da repercussão de uma eventual derrota, o treinador será colocado em cheque.

    Importante é pensar positivo e torcer. O futuro de Mano Menezes é outra história.
 
OLÍMPICAS

Vôlei masculino
 
    A exemplo do feminino, a equipe masculina de vôlei sobrou nesta semifinal. Vitória fácil por três a zero sobre a boa seleção da Itália que, no entanto, se sentiu importante com categoria e força do jogo do Brasil. Final no domingo (12/08) contra a Rússia antecipa um jogão e a possibilidade de se conquistar mais um ouro.

Papo no ônibus

    No ônibus oficial que transporta a imprensa para os locais de competições, tenho conversado com muitos colegas. Os ingleses, por exemplo, não se conformam de não ter sido retirado do Engenhão o nome de João Havelange. Segundo a Rio 2016, isso não acontecerá e o estádio será palco das provas de atletismo da Olimpíada.

Vôlei feminino

    José Roberto Guimarães, que decide o ouro neste sábado (11/08), com o vôlei feminino contra os Estados Unidos, disse-me, após a vitória sobre o Japão, que o grupo estava no fundo do poço, depois das derrotas para Estados Unidos e Coreia do Sul, na fase classificatória desta Olimpíada. Ele chegou a temer pela recepção que teriam quando chegassem ao Brasil.
 
FRASES
 
“Não ouvi vaia”.
Joseph Blatter, presidente da Fifa, que foi apupado pela torcida na premiação do futebol feminino, quando seu nome foi anunciado pelo locutor oficial.
 
“É matar ou morrer”.
Neymar, falando sobre a decisão deste sábado (11/08), em Wembley.
 
“Já estamos ajudando o Brasil. E se precisar vamos ajudar ainda mais”.
Sebastian Coe, presidente do Comitê Organizador da Londres 2012, sobre o apoio para a Rio 2016.
 
“Vou ao Rio para ganhar de novo”.
Usain Bolt, depois de faturar mais uma medalha de ouro nos 200m rasos.

 

(*) Comentarista veterano de esportes, com diversas Copas e quatro Olimpíadas no currículo, Márcio Bernardes é âncora da Rede Transamérica de Rádio, professor universitário e colunista da BR Press. Fale com ele pelo email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , pelo Twitter @brpress e/ou Facebook. Durante os Jogos Olímpicos de Londres, esta coluna será diária.