Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

GASTRONOMIA - Heston Blumenthal: 'Chapeleiro Maluco' das panelas
Seg, 03 de Fevereiro de 2014 00:00

Juliana Resende*/Especial para BR Press

(Londres, BR Press) - Hoje vamos falar de comida – e, mesmo estando na Inglaterra, de comida fantástica, algo como um banquete saído do livro Alice no País das Maravilhas – pois com o chef inglês Heston Blumenthal, dono do Fat Duck, considerado o melhor restaurante do mundo pela revista Restaurant e o melhor do Reino Unido desde   2008 – inventar e subverter é um must e, na gastronomia, ele pode ser considerado o equivalente ao Chapeleiro Maluco da obra prima de Lewis Caroll.

    Heston Blumenthal insiste, no entanto, que não é um cientista louco. Para suas improváveis receitas, o self made chef utliza um "approach" científico, física e química, com cilindros de hidrogênio na cozinha, pipetas e tubos de ensaio. Ele é o homem que deu ao mundo sorvete de ovos com bacon, o mingau de escargot – ou lesma, se preferir – e o lindo salmão com crosta de licorice, doce típico aqui do Reino Unido.

Raízes e emoção

     Falando em comida típica, o maior trunfo de Blumenthal é resgatar as raízes históricas da culinária britânica, receitas originais de pratos como  roastbeef, o popular rosbife – e, de quebra, fazer um cruzamento entre paladar e psicologia, extraindo toda a emoção que um sabor ou prato pode provocar.

    "Já tive caso de gente chorar depois de provar um prato", conta. "Não sei ainda, no entanto, se isso aconteceu depois de vir a conta", brinca, temperando seu encontro com a imprensa internacional durante o festival cultural London 2012, que acontece pararelamente aos Jogos de Londres.

    Para Blumenthal, a razão de a comida inglesa ter tão má fama – mesmo produzindo renomados chefs, como Gordon Ramsay e Jamie Oliver  – é ter perdido suas raízes, com o passar do tempo e com advento da Revolução Industrial.

Receitas antigas

    "Temos muita história em nossa comida, mas fomos perdendo o prazer de cozinhar. Há receitas do arco da velha na Grã Bretanha antiga", diz ele, lembrando que há um curry original britânico e citando Lewis Caroll, que teria "criado" a Mock Turtle Soup, mencionada em Alice…, baseado numa receita tradicional.

    Se Jamie Oliver é o chef mais pop de que se tem notícia, Heston Blumenthal é o biscoito fino – e que biscoito! Aliás, é sempre bom perguntar antes: biscoito de quê? Os ingredientes podem ser uma história à parte. E o preparo uma verdadeira ciência. Como o próprio Blumenthal diz: o ditado "as aparências enganam vale também para comida".

    Quem quiser comer no Fat Duck é bom revervar mesa com pelo menos dois meses de antecedência. Fica na cidadezinha de Bray (Berkshire) e, em Londres, o comensal mais menos impetuoso pode provar as invenções de Blumenthal no Dinner, restaurante de comida típica inglesa com o toque de sofisticação que a região chique – ou "posh" como dizem os londrinos – de  Knightsbridge exige. O Dinner fica no hotel Mandarin Oriental Hyde Park.

    Blumenthal comanda ainda dois pubs casuais em Berkshire: The Hinds Head e The Crown at Bray – em ambos, ter reserva antecipada também é altamente aconselhável.

(Juliana Resende/BR Press)

The Fat Duck - 1 High Street, Bray, Berkshire SL6 2AQ; +44 (0)1628 580333; thefatduck.co.uk
Dinner - 66 Knightsbridge, London SW1X 7LA; +44 (0)207 201 3833; dinnerbyheston.com
The Hinds Head - High Street, Bray, Berkshire; SL6 2AB;  +44 (0)1628 626151; hindsheadbray.com
The Crown at Bray - High Street, Bray, Berkshire; SL6 2AH; +44 (0)1628 621936; thecrownatbray.com