Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

WEB - Viral coloca crianças-soldados na mira
Seg, 12 de Março de 2012 12:37

Ugandense Joseph Kony, procurado por crimes de guerra, alvo ...

(BR Press) - O ugandense Joseph Kony, procurado por crimes de guerra e sequestro de menores, transformados em crianças-soldado, foi um dos nomes mais nervosamente mencionados na internet nos últimos dias. Expulso de Uganda em 2005, após aterrorizar o país por quase duas décadas, o líder do Exército de Resistência do Senhor (LRA) teve seu rosto exposto mais de 73 milhões de vezes num vídeo viral – Kony 2012 –, postado no YouTube pela ONG norte-americana Invisble Children.

    Ao longo de 30 minutos, o vídeo narra os crimes de Kony e seu Exército de Resistência. Embora seja notícia antiga na África central e oriental, o tema crianças-soldados despertou frenética atenção do mundo com o fenômeno viral Kony 2012.

Celebridades

    Além dos milhares de anônimos, a ajuda para replicar o vídeo nas redes sociais veio de celebridades como Oprah Winfrey, Ryan Seacrest, Justin Bieber e Rihanna. Esta última, de acordo com o site TMZ, já teria entrado em contato com os organizadores da campanha para produzir outro vídeo.

    Para ser ter uma ideia da notoriedade do vídeo, em apenas dois dias no ar, desde a última quarta-feira (07/03), foi visualizado mais de 43 milhões de vezes e virou trendtopic mundial no Twitter com as hashtags #stopkony e #kony2012.

    O objetivo da campanha, encabeçada por Jason Russell, é um só: levar Joseph Kony à justiça e libertar as milhares de "crianças invisíveis" que ele raptou e converteu em soldados e escravos sexuais.

Forte

    Para alcançar seu objetivo, Russell recheou o vídeo com apelos. Usa, por exemplo, a primeira página do New York Times montada com a mensagem "Kony capturado". Em outro momento, ele diz: "Se isso acontecesse nos Estados Unidos seria capa da Newsweek”.

    Além de evocar a mídia norte-americana, Russell usa seu filho, Gavin, e seu jovem amigo ugandense, Jacob. Para conferir emoção ao vídeo, Jacob é apresentado por Gavin, ao apontar para uma foto sua e dizer: "Jacob é o nosso amigo na África". Minutos depois Jacob aparece em prantos ao revelar seu desespero com o assassinato de seu irmão.

    Além do apelo emotivo, a campanha ganha força graças ao apoio de alguns mamutes midiáticos. Na lista entram  Mark Zuckerberg, Lady Gaga, Angelina Jolie, Taylor Swift, Bill Gates, Ben Affleck, Jay-Z, Bill O'Reilly, Bono Vox, Rick Warren, Ellen DeGeneres, Stephen Colbert, Warren Buffet, Tim Tebow e Rush Limbaugh.

    Já na bancada política, destacam-se George W. Bush, Condoleezza Rice, John Kerry, Bill Clinton, Harry Reid, John Boehner, Kay Granger, Mitt Romney, Stephen Harper, Ban Ki-moon, Patrick Leahy e Ileana Ros-Lehtinen como apoiadores da inicitiva.

Assista ao vídeo Kony 2012: