Acesse!


BRPRESS NO TWITTER

HISTÓRIA - Eram três reis magos?
Qui, 05 de Janeiro de 2012 16:32

Isaac Bigio*/Especial para BR Press

(Londres, BR Press) - O dia 6 de janeiro é uma data importante para a maior religião de todos os tempos. Para a primeira igreja nacional cristã (a da Armênia) esse é o dia do nascimento de Jesus, pois esta considera que o 25 de dezembro foi imposto por Roma, porque ali, antes, este dia era um feriado que comemorava o nascimento de um deus solar popular Mitras.

    Para os católicos, este é o dia em que os sábios foram visitar o Menino Jesus. A Bíblia não descreve quantos eram nem diz que eram reis e, muito menos, magos, já que a Igreja tende a rechaçar toda forma de magia e feitiçaria.

Antiguidade

    A Bíblia falava dos “magis”, palavra que se usava para designar a sexta tribo meda ou a casta sacerdotal da religião do persa Zoroastro, que viveu 6 a 18 séculos antes de Cristo e forjou o primeiro monoteísmo que chegou a dominar o mundo antigo.

    Ahura Mazda era um deus supremo, o qual foi adorado pelos impérios persas que dominaram as principais civilizações humanas, entre 3 e 5 séculos antes de Cristo, e, em seguida, o Irã e o Iraque, até a conquista muçulmana do século VII d.C..

    Ahura Mazda, que significa “luz da sabedoria”, se enfrentava com um diabólico Angra Mainyu, o qual apenas podia derrotar com a ajuda dos humanos bons. Ele teve um filho, Mitras, que adquiriu forma humana, nasceu de um ventre virgem e ressuscitou.

Transformação

    Com o tempo, a palavra “magi” foi mal traduzida para “mago”, e o título de “reis” foi acrescentado para dar força  à propaganda messiânica de Jesus. A Bíblia fala de três presentes que eles deram ao filho de Maria: ouro, incenso e mirra, três obséquios que, dois séculos e meio atrás, um rei persa havia oferecido a Apolo e que simbolizavam, respectivamente, reinado e virtude; divindade e  oração; mortandade e sofrimento.

    Enquanto os armênios falam de 12 “magis”, nos séculos V e VI Roma disse que eram trê reis magos os quais batizou de Gaspar, Melquior e Baltazar, fazendo com que representassem três regiões e raças diferentes.

Efeito Papai Noel

    Antigamente se venerava mais o dia 6 de janeiro, quando costumava-se dar presentes (como os que Jesus recebeu). Mas com o tempo, o Papai Noel norte-americano foi substituindo-os neste papel.

    Ainda hoje, na Espanha e em várias de suas ex-colônias (do México à Argentina), se celebra esta festividade – no Brasil, o Dia de Reis também é celebrado em cidades do interior com forte tradição histórica. Curiosamente, em Lima, este costume foi se dissipando, apesar de esta cidade ter sido fundada em janeiro de 1535 como a “cidade dos reis”, devido à proximidade com o dia dos reis magos.

(*) Isaac Bigio vive em Londres e é pós-graduado em História e Política Econômica, Ensino Político e Administração Pública na América Latina pela London School of Economics. É um dos analistas políticos latino-americanos mais publicados do mundo. Fale com ele pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , pelo Twitter @brpress e/ou no Facebook. Tradução: Angélica Campos/BR Press.